GNU/Linux embarcado.

Como assim embarcado? Ele vai viajar? Não, não é bem isso, embarcado é o termo que utilizam para dizer que ele já vem instalado em determinado produto, que não seja necessariamente um disco rígido. São casos como os de placas-mãe para computadores, celulares, palmtops, etc. Isso mesmo! Você pode estar usando um GNU/Linux mesmo que não saiba!


A oferta desses dispositivos, com software livre controlando-os, só tem aumentado. Se você é um(a) proprietário(a) de um Motorola V8, ou um A1200, já está acostumado(a) a operar um GNU/Linux pois esses são alguns dos modelos de celulares que o trazem embutido. A Motorola tem investido no software livre para o controle de alguns de seus modelos de celulares mais completos com certa regularidade. E ela não é a única. A Nokia também já produz alguns aparelhos movidos a GNU/Linux.

Algumas placas-mãe também já estão se beneficiando desse novo uso do sistema operacional do pinguim e acelerando o boot dos computadores que equipam, como é o caso do modelo P5E3 Deluxe que além do linux embarcado traz também o Skype e o Firefox. Fabricado pela Asus, consegue realizar tarefas como acessar a internet e conversação on-line, utilizando os programas acima, em menos de 6 segundos ativa.

Outras empresas como a Palm Computing já desenvolvem soluções próprias para colocá-lo em seus equipamentos. Depois da venda de seu sistema operacional, o PalmOS, para a Access, ambas empresas resolveram investir em software livre para melhorarem a competitividade.

A Access passou a desenvolver uma solução baseada em GNU/Linux que suportasse, não só os aplicativos legados do PalmOS, como também toda uma nova safra de softwares já em desenvolvimento para o novo sistema operacional, que chamam de Access Linux Platform. Em seu site ela já disponibilizou alguns screenshots do novo sistema, embora ainda não o tenha lançado oficialmente, além de uma área para cadastramento de desenvolvedores que desejem criar programas para a nova plataforma. Realizando seu cadastro você pode baixar um kit de desenvolvimento com todas as ferramentas necessárias para o início imediato da construção de seus aplicativos.

A Palm Inc. por sua vez investe na criação de uma distribuição GNU/Linux própria para substituir o PalmOS em seus dispositivos. Embora esse processo já tenha algum tempo, ela ainda não apresentou nada de concreto nesse campo e continua a vender seus produtos com a última versão do PalmOS por ela lançada, no site PalmZone.net constam apenas as notícias do investimento na nova plataforma.

Correndo por fora, a Empower Technologies já produz a sua versão de linux embutido em parceria com a Texas Instruments. Além de poder baixar em seu site versões demo para download compatíveis com alguns modelos de Palm, moradores dos Estados Unidos e Canadá podem adquirir a caixinha com a versão completa na loja on-line.

Embora ainda seja um caminho novo para o sistema operacional livre, podemos ver que várias empresas já investem na sua utilização e aperfeiçoamento, em diversos tipos de dispositivos. Mais provas de que investir em software livre é algo comum, mesmo nas grandes indústrias. Além da versatilidade que um software de código aberto pode adquirir.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s