Jabber, comunicação instantânea e livre.

Você já ouviu falar do Jabber? Não? Pois saiba que se trata de um conjunto de protocolos e tecnologias XML que permitem a comunicação por mensagens instantâneas via internet, lançado sob licença livre, com milhares de servidores espalhados pelo planeta e que em 2008 completa 10 anos. Com ele você dispõe de todos os recursos necessários a uma comunicação de ótima qualidade e segurança para suas conversas através da internet, sem que para isso tenha de abrir mão de sua privacidade.

Afinal, se você ainda não leu os termos de licenciamento dos softwares de mensagem instantânea proprietários eu recomendo que leia. Na maioria dos casos, ao concordar com essas licenças, você está abrindo mão de sua privacidade, permitindo que os proprietários desses softwares tenham acesso às suas conversas on-line caso julguem necessário, podendo inclusive usá-las para vender informações sobre suas preferências. Claro que as empresas não devem se utilizar dessa liberdade para bisbilhotar as conversas de qualquer um por qualquer motivo, mas não me agrada a idéia de que possa ter minha privacidade violada para que, no mínimo, entupam minha caixa postal com spam.

Isso não ocorre com o Jabber. Como é liberado sob a licença GPL, e livre de adwares, pode ser usado para qualquer finalidade sem qualquer preocupação com o acesso de terceiros às suas conversas, exceto por violação de segurança, o que pode vitimar tanto softwares livres quanto proprietários.

Para que possa aproveitar as vantagens do Jabber, tudo o que deve fazer é instalar um software cliente para o seu sistema operacional, seja um GNU/Linux, Windows ou Machintosh, criar o seu login em um dos vários servidores Jabber disponíveis on-line e já poderá convidar seus(as) amigos(as) a juntar-se a nós. Ou criar o seu próprio servidor. Isso mesmo! Qualquer pessoa pode habilitar e manter um servidor Jabber, seja para disponibilizá-lo em casa ou trabalho.

Caso utilize Windows e queira usar o Jabber somente como cliente você pode baixar o Psi, Exodos, Pandion, Gajim, Pidgin, Tkabber ou Spark, alguns clientes existentes para esta plataforma. Se usa um GNU/Linux provavelmente já dispõe de um cliente instalado que seja compatível com o protocolo, como é o caso do Kopete, Pidgin. Caso queira diversificar ainda dispõe de outros como o Gajim, Gossip, Psi, Spark ou Tkabber. Para Machintosh temos disponíveis os clientes Adium, Ichat, Psi, Spark, Tkabber, entre outros.

Grande parte desses clientes Jabber são ainda compatíveis com vários protocolos proprietários como Google Talk, Yahoo! Messenger, MSN, ICQ, etc. Portanto você pode usá-los para concentrar todos os seus contatos em apenas um software, além de poder conversar com todos ao mesmo tempo.

De qualquer forma, se você faz questão de que sua privacidade seja preservada o máximo possível, e não quer se preocupar com a possibilidade de algum(a) funcionário(a) de alguma empresa estar verificando suas conversas, então fica aqui registrada uma sugestão estável, segura e livre. Até a próxima!

2 opiniões sobre “Jabber, comunicação instantânea e livre.

  1. Eu tenho o jaber instalado na minha maquina linux ubuntu 8.0, e esta ocorrendo o problema dele nao piscar na barra de tarefas quando alguem fala comigo. Existe solução para esse problema?

    • Olá Carol! Provavelmente está usando o Pidgin, comunicador instantâneo instalado por padrão no Ubuntu. Geralmente esse tipo de configuração não é necessária, mas como está usando uma versão anterior do Ubuntu ( que recomendo com veemência que atualize pois pode estar sujeita a brechas na segurança ), pode ser que não esteja com todos os recursos habilitados. Tente o seguinte:

      – Acesse o Pidgin;
      – Clique no menu em ferramentas;
      – Clique em Plugins;
      – Localize a opção Notificação de Mensagens;
      – Caso não esteja marcada, marque-a;
      – Depois de marcada, você pode configurá-la clicando no botão configurar plugin e então escolher a forma que deseja ser alertada de mensagens não lidas, da maneira que melhor lhe convier.

      Além disso pode acessar também a opção Preferências no menu Ferramentas e escolher outras formas de aviso, como sons por exemplo. Espero ter ajudado.

      Abraços!

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s