NVIDIA interrompe desenvolvimento de chipsets

nvidia-2

Enquanto a briga por uma maior abertura no mercado de softwares permanece, infelizmente o mesmo não ocorre com o de hardwares que está cada dia mais fechado. Desta vez foi a NVIDIA quem anunciou que está cessando todo o desenvolvimento de chipsets e culpa a Intel pela decisão. Pelo menos é o que consta no artigo divulgado pelo site Ars Technica.

A atitude foi tomada depois da alegação da Intel de que a NVIDIA não possui licença para a fabricação de chipsets que tragam sua BUS DMI, o que inviabiliza a produção de soluções para os processadores Nehalem, Core i5/i7 ou mais novos. Devido a isso a empresa resolveu interromper todo e qualquer desenvolvimento de novos chipsets.

Claro que não poder desenvolver soluções para os processadores mais novos da fabricante líder de mercado compromete o seu poder de competitividade e, justamente por isso, a NVIDIA não dará proseguimento aos investimentos realizados neste setor. Anunciou que continuará fabricando os chipsets Ion e 9400M, porém futuros modelos estão descartados por enquanto. Em declaração oficial a empresa divulgou que:

“Por causa das declarações impróprias da Intel aos consumidores e ao mercado de que não somos licenciados para o novo BUS DMI e suas táticas injustas é efetivamente impossível para nós produzir chipsets para futuras CPU’s, portanto, até que resolvamos esta questão em juízo no próximo ano, iremos postergar investimentos em chipsets para CPU’s Intel DMI.”

A decisão tem grande influência no mercado, pois recentemente a Apple vinha disponibilizando em seus Macs justamente a combinação Intel/NVIDIA com os chipsets da série 9400M. Agora terá de buscar outra alternativa a altura para equipar seus computadores e manter o custo benefício para seus usuários.

Com isso vemos o mercado de hardware encolher mais um pouco e a dominação da Intel aumentar. A qualidade da empresa é inegável, mas sabemos bem que a falta de competição não trás nenhum benefício, seja para os consumidores, que ficam nas mãos de apenas um fornecedor, ou para os próprios fabricantes, que acomodam-se e diminuem o investimento  no desenvolvimento de seus produtos.

Para ver a notícia completa basta acessar a página original no site Ars Technica.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s