Algumas dicas para quem deseja trabalhar com software livre

Estudantes

O artigo original, no qual me baseei para escrever este, é proveniente do site EFYTimes.com, que entrevistou recentemente ninguém menos que Jim Zemlin, diretor executivo da Linux Foundation, e que ofereceu quatro dicas para quem quer começar uma carreira trabalhando com software livre.

Embora tenham direcionado as respostas especificamente para graduandos que queiram trabalhar com Linux, posso dizer que as dicas podem ser aplicadas a qualquer pessoa, não restringindo aqui a quem esteja para se formar na faculdade, e que queira seguir carreira não só com Linux, mas com qualquer outro software livre, por isso optei por um título e uma forma textual um pouco diferente, embora traduzindo as dicas da forma como foram apresentadas.

Dica número um“Não sonhe alto” – Como começou na pcworld.com, Zemlin afirma que iniciou com um desejo sincero de criar, aprender e compartilhar. Ele afirma que isso é tudo de que você precisa. Se você observar a criação de Linus Torvalds hoje verá que ninguém poderia sonhar que se tornaria algo tão grande.

Dica número dois“Entregue tudo” – Zemlin afirma que pessoas ganham muito vendendo softwares e que se saem particularmente bem se a companhia está no negócio de software livre e Linux. Mas no caso de estudantes a sua visão é um poco diferente. Ele afirma que estes deveriam dedicar seu tempo a um projeto de código aberto. Eles devem dedicar um tempo para construírem seus currículos e se firmando no mercado através da dedicação a este tipo de projeto. Obtendo boa performance, não haverá dúvidas na cabeça dos contratantes em reter você. Iniciantes podem começar localizando um desenvolvedor do kernel Linux que aceite ser um mentor ou submetendo-se a treinamento sobre o código-fonte.

Dica número três“Não tenha um plano” – Ele afirma, ” O desejo de criar, aprender e compartilhar de que falei na dica número um vai resultar na formação de comunidades formadas por você e seus colegas, focadas no trabalho importante que coletivamente priorizarem. Se você está priorizando, outros também estão, então você será notado rapidamente”.

Dica número quatro“Você não tem que ser legal o tempo todo” – Zemlin afirma que você deve participar ativamente de debates e ser capaz de defender as suas idéias. Foi observado com o passar do tempo na comunidade Linux que as melhores idéias foram originadas de rigorosos debates.

Como podem perceber, as dicas são importantes para quem deseja ganhar experiência em início de carreira, e podem ser aplicadas a qualquer projeto de código aberto que venha a lhe interessar. Além disso, embora muitos pensem que participar do projeto de um software implica em saber desenvolver programas, essa habilidade não é a única demandada em um projeto.

Você pode ajudar mesmo que não saiba programar, atuando em áreas como a tradução da aplicação para a sua língua nativa, testando as versões não-estáveis, chamadas de alfa, beta, ou versões candidatas, pode sugerir novas funcionalidades, ou novas formas de utilização para funcionalidades já existentes, além de várias outras maneiras de contribuição que, geralmente, são sempre bem recebidas nas comunidades de software livre. Basta escolher algum projeto que lhe interesse, entrar em contato e buscar nas lideranças de que maneira você pode ajudar. Garanto que vai aprender bastante e, quem sabe, até mesmo se divertir com isso.🙂

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s