Modificações nas provas LPI a partir de outubro de 2013

LPI-Logo

Se você está se preparando para prestar os exames para as certificações LPI, e só pretende agendar suas provas a partir do mês que vêm, terá de levar em consideração algumas mudanças aplicadas depois da mais recente atualização, realizada pelo Linux Professional Institute.

As provas necessárias para a obtenção dos certificados LPIC – 2 e LPIC – 3, sofreram modificações que começam a valer a partir de outubro de 2013, e devem impactar nos planos de estudos de vários(as) profissionais de TI que pretendem realizá-las.

Algumas dessas mudanças foram meramente organizacionais, como a modificação do título de um tópico, já outras afetam a estrutura dos assuntos cobrados em uma determinada prova, movendo conteúdos de uma prova para serem cobrados em outra por exemplo, além da atualização das perguntas, para que estas referenciem as versões mais recentes de alguns softwares abordados nos conteúdos, assim como a exclusão e inclusão de tópicos.

A principal mudança, realizada pelo instituto, refere-se a forma como os(as) candidatos(as) poderão obter a certificação de nível 3. Até este mês de setembro, quem deseja obter o certificado LPIC – 3 deve realizar duas provas, uma chamada Core ( 301 ), que é obrigatória, e uma entre outras três opções, podendo ser a Mixed Environments ( 302 ), a Security ( 303 ) ou a High Availability and Virtualization ( 304 ).

Com as modificações atuais, será necessário realizar apenas um exame para que, sendo aprovado(a), possa obter o título de LPIC – 3. Além disso, as provas Core e Mixed Environments foram condensadas para uma prova única, originando o exame Mixed Environment ( 300 ), e as demais permanecem como estão, sendo ainda necessário que os(as) candidatos(as) tenham os conhecimentos e habilidades requeridos no exame Core para a realização de qualquer uma das provas de nível 3.

Como podem ver, embora a exigência quanto ao conhecimento necessário para a obtenção do certificado LPIC – 3 não tenha sido alterada, a obtenção do título de nível 3 através de uma única prova representa uma economia de tempo e também de recursos, já que cada exame equivale hoje a U$ 268,00 ( duzentos e sessenta e oito dólares americanos ). Veja agora as modificações implementadas nos tópicos das provas 201 e 202, e que passam a valer a partir do próximo mês:

– 201.2 renomeado para Compilando e aplicando patches a um kernel Linux;

– 201.3 movido para o tópico 201.2;

– 201.4 movido para o tópico 201.2;

– 201.5 renomeado para Resolução de problemas e gerenciamento do Kernel em tempo de execução  (renumerado para 201.3);

– 202.1 renomeado para Costumizando o sistema de inicialização SysV-init;

– 202.2 adicionada a ciência do UEFI;

– 202.3 adicionado ‘Boot loaders alternativos’ (Lilo movido para cá);

– 203.2 conteúdo modificado;

* Nota: removido badblocks, adicionado smartd/smartctl removido ReiserFS, adicionado Btrfs

– 203.4 movido para o tópico 201.5;

– 204.2 novo conteúdo;

* Nota: adicionado iSCSI

– 205.2 renomeado para Configuração avançada da redes;

* Nota: OpenVPN movido para 212.6 (novo objetivo)

– 205.3 conteúdo adicionado;

* Nota: adicionado arquivos TCP wrapper /etc/hosts.*

– 205.4 movido/renumerado para 206.3;

– 207 tópico movido para o exame 202;

– 208.1 renomeado para Configuração básica do Apache;

– 208.2 renomeado para Configuração do Apache para HTTPS;

* Nota: hosts virtuais e acesso a arquivos movido para 208.1

– 208.3 renomeado para Implementando um Proxy Cashing com Squid;

* Nota: Atualizado para a versão 3.x do Squid

– 208.4 criado o tópico Implementando Nginx como um servidor web e  proxy reverso;

* Nota: cobre conceitos básicos do Nginx

– 210.4 criado Servidor básico LDAP;

– 211.1 foco modificado do Sendmail para o Postfix;

– 212.2 renomeado para Gerenciando servidores FTP;

– 212.3 muito do SSH – lado cliente – foi descartado ( já é cobrado na LPIC-1);

– 212.4 TCP Wrappers descartado ( já é cobrado na LPIC-1);

– 212.5 renumerado para 212.4;

-212.6 renumerado para 212.5;

– 213.1 adicionado ao tópico 202.2;

* Nota: init.d descartado/redundante com o 213.3

– 213.2 adicionado ao tópico 201.5;

* Nota: strings movidas para o 201.4 (renumerado para 201.2) ltrace a ser movido para o 102.3 strace a ser movido para o 102.3 descartado como redundante * Vários aqruivos de log de sistema e daemon * entradas do Kernel syslog nos logs de sistema (se a entrada é possível de ser obtida)

– 213.3 descartada/redundante na LPIC-1;

– 213.4 descartada/redundante na LPIC-1;

* Nota: sysctl, /etc/sysctl.conf, /etc/sysctl.d/ movidos para 201.5 (e renumerados para 201.3)

– 306 tópico movido para o exame LPIC-2 201 ( renumerado para 200);

– 306.2 renumerado para 200.1;

– 306.3 descartado;

– 306.4 collectd e conhecimento de outras soluções de monitoramento adicionados, renumerados para 200.2.

Como podem ver, caso não queiram ter de reorganizar todo o estudo para o nível 2, recomendo agendarem suas provas para ainda este mês, isso caso se sintam preparados para os exames é claro, afinal é melhor ter de se reorganizar e estudar mais um pouco de tempo, do que prestar os exames às pressas e reprovar, portanto fica a seu exclusivo critério decidir por realizar as provas antes ou depois de as mudanças serem efetivadas.

Todas as informações sobre estas modificações foram retiradas do resumo fornecido pelo próprio instituto, e podem ser conferidas através do site oficial. Bons estudos!

PS.: Como observado por um leitor, me expressei mal quando redigi o parágrafo que se refere às modificações implementadas para a certificação LPIC 3.

O que quis dizer é que, até setembro, para obter uma das especializações LPI de nível 3 era necessário a realização de duas provas, e que a partir de outubro isso foi modificado, sendo suficiente agora a realização de apenas uma prova, obtendo, caso aprovado, uma das três especializações disponíveis atualmente.

Com isso há economia na aquisição de vouchers, mas sendo ainda necessário ter o conhecimento exigido no exame “Core” em qualquer das especializações escolhidas. Deixei o texto como redigido originalmente para que aqueles que venham a acessar após a observação possam entender o que aconteceu. Peço desculpas por ter redigido mal este parágrafo e agradeço novamente a observação.

Atenciosamente,

Josan Neves.

9 opiniões sobre “Modificações nas provas LPI a partir de outubro de 2013

  1. Olá,

    Caro amigo me desculpe, mas você desconhece sobre o a estrutura da prova, e não fez sua pesquisa direito e saiu redigindo post.

    Eu sou LPI 3, fiz a prova antes da mudança da estrutura. No texto você escreveu o seguinte:

    “A principal mudança, realizada pelo instituto, refere-se a forma como os(as) candidatos(as) poderão obter a certificação de nível 3. Até este mês de setembro, quem deseja obter o certificado LPIC – 3 deve realizar duas provas, uma chamada Core ( 301 ), que é obrigatória, e uma entre outras três opções, podendo ser a Mixed Environments ( 302 ), a Security ( 303 ) ou a High Availability and Virtualization ( 304 ).”

    Isto extremamente está errado, antes da mudança apenas era necessário tirar a parova LPI 301 core para ganhar o título de LPI 3, os outros exames eram apenas especializações da LPI3.

    Espero que conserte o erro no texto ….. ( visto que ele foi até parar no BR-Linux o qual fará com que seu blog ganhe audiência )

    E como uma sugestão de boa política também post as referências dos seus textos.

    Att

    • Olá, bom dia! Obrigado pela observação, eu realmente me expressei mal. O que quis dizer no artigo é que, até setembro, para obter uma das especializações de LPI de nível 3 era necessário a realização de duas provas, e que a partir de outubro isso foi modificado, sendo suficiente agora a realização de apenas uma prova, obtendo a especialização desejada, com economia na aquisição de vouchers, mas sendo ainda necessário ter o conhecimento exigido no exame “Core” em qualquer das especializações escolhidas. Peço desculpas por ter redigido mal este parágrafo e agradeço novamente a observação.

      No que se refere às referências, eu sempre as disponibilizo ao longo do texto, na forma de links ( sublinhados e na cor azul, diferente do texto normal ) que podem ser acessados com um clique.

      Abraços!

  2. Olá,

    Agora ficou melhor explicado, como você mesmo comentou no texto ficou meio estranho….

    Fazia tempo que não visitava o seu blog. Você ainda é usuário de slackware ?

    ( Eu acabei migrando na minha caminhada para o FreeBSD no meu desktop )

    Abraços

    • Sim, sim, ainda usando Slackware. Após o primeiro período de utilização eu ainda tentei me apegar a outras, mas acho que me acostumei demais com o “jeitão” dela e acabei voltando.

      Não tive experiências com FreeBSD ainda, mas sei que é bem estável e segura, portanto estamos bem servidos.🙂

      Abraços!

      • Olá,

        A tenho ótimas lembraças da minha epóca de slackware assim como participando do fórum do slackbr fiz muito bons amigos .. pena o grupo ter perdido um pouco a sua expressao principalmente nos eventos. Este ano não tinha nem grupo de usuários no fisl ;/, a slackzine desapareceu, até mesmo a slackshow …

        A slackzine formatada naquele modelo de jornal entregue no evento era algo muito estiloso…

        Mas quem vive de passado são pessoas que se formam em historia XP ..
        Espero que o slackware esteja mantendo sua tradição de ótima distro linux , quem sabe alguma hora instalar uma vm para fazer uns testes.

        Abraços

      • Olá!

        Sim é verdade, a Slackzine, assim como o Slackshow fazem falta.😦

        Mas a distro ainda se mantém firme, e ainda podemos contar com outros eventos como o FLISOL, FISL, Consegi, além do que está próximo de acontecer, que é o Software Freedom Day, entre tantos outros regionais que fomentam e apoiam a utilização dos softwares livres, tanto junto a comunidade quanto no Governo. Só não podemos deixar a peteca cair e, assim, devemos continuar a ajudar a desenvolver, apoiar e divulgar a filosofia de código aberto, para que mais pessoas possam ter acesso a estas tecnologias e forma de colaboração.🙂

        Quanto a VM é uma ótima oportunidade de relembrar os velhos tempos e matar saudade do Slack no desktop.

        Abraços!

    • Olá Icaro! As informações estão conflitantes, segundo o link para o Wiki que você apontou, a nova versão entra em vigor apenas em novembro, já no link que disponibilizei no artigo, continua a informação de que passa a valer em 1º de outubro, por via das dúvidas, caso alguém vá prestar os exames para as provas do nível 2 em outubro, que vá preparado para o novo conteúdo, para não correr o risco de ser reprovado sem necessidade.

      http://www.lpi.org/linux-certifications/programs/lpic-2

      ” Next Republish: The next version of the exams goes live October 2013, details here. ”

      Abraços!

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s