Dropline GNOME 3.20 RC1, lançado! Setembro, 2016.

dropline_logo

Boa tarde pessoal! Long time no see! Bem, ainda estou por aqui. Meio ocupado, é verdade, mas ainda por aqui. E ressurgindo comigo temos o primeiro release candidate para a versão 3.20 da Dropline GNOME, projeto que visa manter o ambiente gráfico GNOME na nossa amada Slackware Linux.

Após um longo processo de adaptação da estrutura das aplicações, além de alguns contratempos por conta da falta de mão de obra no projeto, esta versão vem trazer mais uma vez uma opção para aqueles que não querem usar os ambientes gráficos disponibilizados por padrão na distribuição Slackware.

Por enquanto ainda não foi disponibilizado o instalador tradicional, porém o ambiente já está propício a testes externos que visam a eliminação de possíveis problemas que venham a surgir durante a utilização em massa. Para testar, recomenda-se uma instalação “limpa” da Slackware Linux 14.2, e com “limpa” entenda sem pacotes que não sejam os distribuídos com a própria distro.

Devo ressaltar que essa versão ainda não é a final, portanto é recomendável seguir com os testes apenas se tiver certeza de que possíveis problemas encontrados não sejam uma dor de cabeça, e mesmo assim é recomendável o backup do sistema, já que a substituição de arquivos originais da distribuição podem tornar o sistema inoperante em caso de tentativa de reversão.

Se deseja continuar, basta baixar os pacotes relativos à sua versão, i686 ou x86_64, através desse endereço:

http://www.droplinegnome.org/files/3.20/

Acesse então o diretório que contém os arquivos baixados e, com permissão de superusuário, execute:

# upgradepkg --install-new *.txz

Edite o arquivo /etc/profile.d/lang.sh para que a língua seja compatível com o padrão UTF-8:

export LANG=pt_BR.UTF-8

Com isso você provavelmente já pode acessar o ambiente utilizando o comando startx.

Caso ocorra algum problema no carregamento do ambiente, fica a seu critério ajudar no desenvolvimento do mesmo reportando os erros com detalhes ao projeto, ou você pode escolher um outro ambiente gráfico instalado utilizando o xwmconfig, tentando carregá-lo.

Caso tudo mais venha a falhar, infelizmente o bom e velho restore from backup será necessário.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s