Slackware Linux 14.2 – Reinstalando o VirtualBox 6.0.4 após upgrade do kernel

Slackware logo

Olá pessoal! Passando para compartilhar uma solução de contorno, que visa reparar a instalação do VirtualBox junto a Slackware Linux, após a recente atualização de segurança disponibilizada para o kernel Linux, junto a versão 14.2 da distribuição.

Após a instalação dos pacotes atualizados e tentativa de reinstalação do VirtualBox, a partir do binário disponibilizado pela Oracle junto ao site da aplicação, o mesmo afirma que a instalação foi realizada, porém apresentando erros que devem ser consultados através do arquivo de log.

Ao verificar o conteúdo do arquivo /var/log/vbox-setup.log, encontrei os seguintes erros:

$ tail -n 50 /var/log/vbox-setup.log

scripts/Makefile.build:277: recipe for target ‘/tmp/vbox.0/r0drv/linux/memobj-r0drv-linux.o’ failed
make[2]: *** [/tmp/vbox.0/r0drv/linux/memobj-r0drv-linux.o] Error 1
make[2]: *** Waiting for unfinished jobs….
if [ “-pg” = “-pg” ]; then if [ /tmp/vbox.0/r0drv/linux/memuserkernel-r0drv-linux.o != “scripts/mod/empty.o” ]; then ./scripts/recordmcount “/tmp/vbox.0/r0drv/linux/memuserkernel-r0drv-linux.o”; fi; fi;
if [ “-pg” = “-pg” ]; then if [ /tmp/vbox.0/r0drv/linux/assert-r0drv-linux.o != “scripts/mod/empty.o” ]; then ./scripts/recordmcount “/tmp/vbox.0/r0drv/linux/assert-r0drv-linux.o”; fi; fi;
if [ “-pg” = “-pg” ]; then if [ /tmp/vbox.0/r0drv/linux/alloc-r0drv-linux.o != “scripts/mod/empty.o” ]; then ./scripts/recordmcount “/tmp/vbox.0/r0drv/linux/alloc-r0drv-linux.o”; fi; fi;
if [ “-pg” = “-pg” ]; then if [ /tmp/vbox.0/linux/SUPDrv-linux.o != “scripts/mod/empty.o” ]; then ./scripts/recordmcount “/tmp/vbox.0/linux/SUPDrv-linux.o”; fi; fi;
if [ “-pg” = “-pg” ]; then if [ /tmp/vbox.0/r0drv/linux/mp-r0drv-linux.o != “scripts/mod/empty.o” ]; then ./scripts/recordmcount “/tmp/vbox.0/r0drv/linux/mp-r0drv-linux.o”; fi; fi;
Makefile:1436: recipe for target ‘_module_/tmp/vbox.0’ failed
make[1]: *** [_module_/tmp/vbox.0] Error 2
/tmp/vbox.0/Makefile.include.footer:106: recipe for target ‘vboxdrv’ failed
make: *** [vboxdrv] Error 2

As linhas que nos interessam são justamente as que aparecem mais acima, no log:

scripts/Makefile.build:277: recipe for target ‘/tmp/vbox.0/r0drv/linux/memobj-r0drv-linux.o’ failed
make[2]: *** [/tmp/vbox.0/r0drv/linux/memobj-r0drv-linux.o] Error 1
make[2]: *** Waiting for unfinished jobs….

Com base nesse erro, busquei por informações na Internet, e encontrei uma postagem em um blog, cujo autor já havia enfrentado o mesmo problema, postando a solução de contorno para o mesmo.

Para corrigir o erro, precisamos editar o arquivo referenciado, alterando a versão do kernel disponível no script:

$ vi /usr/src/vboxhost-6.0.4/vboxdrv/r0drv/linux/memobj-r0drv-linux.c

Substitua a versão destacada em vermelho, em três locais diferentes no arquivo:

if GET_USER_PAGES_API >= KERNEL_VERSION(4, 9, 0)

fWrite ? FOLL_WRITE | /* Write to memory. */

FOLL_FORCE /* force write access. */

: 0, /* Write to memory. */

Deixando com esta versão:

if GET_USER_PAGES_API >= KERNEL_VERSION(4, 4, 168)

fWrite ? FOLL_WRITE | /* Write to memory. *

/ FOLL_FORCE /* force write access. */

: 0, /* Write to memory. */

Agora basta executar o comando para configurar o VirtualBox novamente, e este compilará sem erros:

# /sbin/vboxconfig

Para acessar o artigo original, siga o link para o SlackBlogs – Unofficial Blog for Slackware Linux.

Anúncios

Slackware Linux 14.2 – Instalando a LibreOffice 6.1.3!

libreoffice

Como é sabido por aqueles que acompanham a jornada desta distribuição, a Slackware Linux conta com um time de desenvolvedores que, além de contribuírem para a manutenção dos pacotes oficiais da distro, em alguns casos também colaboram disponibilizando aplicações extras, alheias às distribuídas nos DVDs e CDs oficiais.

Entre esses desenvolvedores/colaboradores, um dos mais conhecidos por suas contribuições é o Eric Hameleers, vulgo AlienBob, que mantêm atualizados pacotes como os gerenciadores de janelas KDE e XFCE, pacote Multilib para a compatibilidade com aplicações 32 bits, além de ser o idealizador e mantenedor da Slackware Live Edition, versão live DVD da Slackware Linux, disponibilizada em imagens com diversos ambientes gráficos como MATE, XFCE ou KDE.

Através de seu blog, Alien Pastures, o Eric procura disponibilizar essas aplicações adicionais, bem como compartilhar notícias sobre a Slackware Linux, ou mesmo suas ideias e pensamentos sobre software livre ou assuntos em geral. Entre as aplicações disponibilizadas por ele, para a nossa amada distribuição, encontramos a suíte office LibreOffice.

Embora a Calligra Suite seja o conjunto de aplicativos para escritório distribuído oficialmente, junto à Slackware Linux, a popularidade da LibreOffice fez com que o Eric providenciasse a conversão dos pacotes oficiais para essa distribuição. Originalmente, os pacotes ofertados no site oficial da LibreOffice são apenas para distribuições Debian like, como a Ubuntu e suas variantes, ou Red Hat like, como a CentOS, além de instaladores para ambientes proprietários em Windows ou MacOS.

A aplicação já foi liberada em sua versão 6.1.4, porém o próprio site oficial da mesma não recomenda a sua utilização em ambientes de produção, por ser uma versão voltada para entusiastas de tecnologia, ou usuários avançados, que ajudam em seu desenvolvimento.

O Eric liberou recentemente os pacotes de instalação da versão 6.1.3, tecnicamente mais estáveis que a versão mais recente da aplicação. Para a mais recente versão estável da Slackware Linux (14.2), seguem os links para o download dos pacotes de instalação:

64 bits

LibreOffice 6.1.3 – Pacote principal

LibreOffice 6.1.3 – Pacote de tradução para o português brasileiro

LibreOffice 6.1.3 – Pacote de integração com o ambiente KDE

LibreOffice 6.1.3 – Dicionário português brasileiro

32 bits

LibreOffice 6.1.3 – Pacote principal

LibreOffice 6.1.3 – Pacote de tradução para o português brasileiro

LibreOffice 6.1.3 – Pacote de integração com o ambiente KDE

LibreOffice 6.1.3 – Dicionário português brasileiro

Também foram disponibilizados pacotes de instalação para as versões 14.1 e -current da Slackware Linux, porém, como acredito que a maioria das pessoas que usam a distribuição, optam por utilizar a mais recente versão estável, disponibilizei os links diretos apenas para a versão 14.2.

Caso utilizem uma das outras duas versões disponíveis, os pacotes para elas podem ser encontrados neste repositório, de onde inclusive foram retirados os links para as versões 14.2 de 32 bits ou 64 bits, postados neste artigo.

Depois de baixados, para realizar a instalação dos pacotes, utilizem uma sessão do terminal, com privilégios de administrador e, a partir do diretório onde estes se encontram, executem o comando “installpkg” seguido do nome do pacote ou, caso estes sejam os únicos pacotes com extensão .txz no local, podem instalar a todos com um único comando: “installpkg .txz“.

Caso já possuam uma versão anterior da LibreOffice em sua Slackware Linux, utilizem então o comando “upgradepkg” seguido do nome do pacote, isso fará com que o pacote instalado anteriormente seja atualizado, removendo em seguida a versão antiga deste.

Outra opção, para aqueles que já dispõem do plugin slackpg+ instalado, e com o repositório do Eric habilitado, é utilizar a ferramenta slackpg para instalar ou atualizar a LibreOffice.

Para tanto, também em um terminal e com privilégios administrativos, utilizem os comandos “slackpkg update“, para atualizar a lista de pacotes junto aos repositórios, “slackpkg install libreoffice“, caso optem por instalar a LibreOffice, sendo necessária a seleção do que não desejam que seja instalado, desmarcando pacotes quando da visualização da lista dos disponíveis, evitando assim a instalação de dicionários e linguagens que não sejam referentes ao português brasileiro, ou ainda “slackpkg update libreoffice“, se desejarem atualizar os pacotes de uma versão previamente instalada.

Neste último caso, como os pacotes a serem instalados já foram selecionados durante a instalação anterior, durante esta atualização o slackpkg não mais mostrará a lista completa de pacotes vinculados à aplicação, atualizando apenas os que já estão instalados no sistema.

Por enquanto é só pessoal. Até a próxima!

 

Slackel 7.1 “Openbox” lançada! Dezembro, 2018.

slackel-64-7.1-2018

Foi disponibilizada mais uma versão da distribuição GNU/Linux Slackel, sendo esta a 7.1, que traz o ambiente gráfico Openbox por padrão. Esta distro é baseada em outras duas, sendo estas a Slackware Linux e a Salix, e disponibiliza versões diferentes, e com lançamentos independentes, que trazem outros dois ambientes gráficos: KDE e Fluxbox.

Esta versão Live é apresentada somente para sistemas de 64 bits, e inclui scripts que auxiliarão os usuários na sua instalação em pendrives, bem como várias atualizações em seus pacotes.

Entre estas atualizações encontramos os navegadores web Midori 0.5.11, Firefox 63.0.1, cliente de e-mail Thunderbird 60.4.0, comunicador instantâneo Pidgin 2.13.0, editor de imagens GIMP 2.10.8, pacote office LibreOffice 6.1.3, entre outras.

Os requisitos mínimos para a utilização da Slackel incluem processadores Pentium 2 ou equivalente, 512 MB de memória RAM, sendo 2 GB o recomendado, bem como pelo menos 10 GB de espaço livre em disco.

Para acessar o anúncio oficial, que contém uma descrição mais completa das atualizações disponibilizadas junto a esta versão, bem como acessar o link para download da distribuição, basta seguir este link.