Maiores empresas do mundo estão ampliando seus investimentos em GNU/Linux

empresas

Anualmente a Linux Foundation realiza uma pesquisa onde companhias de várias partes do mundo, com vendas superiores a quinhentos milhões de dólares e/ou com mais de quinhentos funcionários em suas folhas de pagamento, e como um dos resultados mais chamativos, descobriu que essas empresas estão ampliando seus investimentos em GNU/Linux pelo terceiro ano consecutivo.

Enquanto as receitas dedicadas à área de servidores cresce apenas 3,1% ano-a-ano, os investimentos em GNU/Linux cresceram 12,7% apenas no trimestre. O crescimento relativo ao Windows foi de 3,2% enquanto que sistemas Unix apresentaram queda de 24,1%.

Outras informações importantes são relativas à área de computação em nuvem, onde 76% das empresas que responderam à pesquisa afirmaram que utilizam GNU/Linux para esta finalidade, enquanto que 74% planejam manter ou aumentar a sua utilização para futuras iniciativas ligadas a nuvem.

Dentre as companhias pesquisadas, 80% afirmaram que planejam aumentar a utilização de GNU/Linux em seus servidores nos próximos cinco anos, o que gera uma perspectiva animadora para quem possuir habilidades no gerenciamento destes sistemas operacionais, garantindo que a demanda por esses profissionais deve continuar em alta durante este período.

Para ter acesso ao relatório completo, gerado a partir da pesquisa, basta acessar a página da Linux Foundation e preencher os dados solicitados, liberando assim o link para o download.

Consciência sobre os riscos cibernéticos aumenta

Uma nova pesquisa demonstrou que a grande maioria dos profissionais no setor de riscos avaliam que a segurança da informação, e outros riscos cibernéticos, são alvo de ameaça em nível moderado para as organizações em que atuam.

A avaliação realizada pela Zurich Insurance, empresa atuante no ramo de seguros, fundada na Suíça, e contando com filiais ao redor do globo, inclusive no Brasil, descobriu que a maioria dos gerentes de risco responderam que as exposições cibernéticas são foco específico de gerenciamento de riscos em suas organizações. O nível de sofisticação para a identificação desses riscos variam largamente, embora um número crescente de organizações esteja adotando uma abordagem de ampla empresa, ou pelo menos multi-departamental, para a segurança da informação e o gerenciamento de riscos cibernéticos.

O documento de dez páginas, intitulado de ” Uma Nova Era Em Segurança da Informação e na Responsabilidade do Gerenciamento de Riscos Cibernéticos: Uma Pesquisa Sobre Práticas de Gerenciamento de Riscos de Forma Ampla Nas Empresas ” está disponível em inglês para download.

Em adição, a Zurich aponta que muitas organizações agora reconhecem que a segurança cibernética se estende muito além do departamento de Tecnologia da Informação. Uma ampla gama de problemas como dados extraviados ou roubados, violação de leis de privacidade, violação de propriedade intelectual, além de riscos relacionados às mídias sociais como bullying cibernético e textos ofensivos, constituem um escopo muito mais amplo de exposições cibernéticas.

Fonte: Security.

Pesquisa da Valve sobre o Steam for Linux

A Valve, empresa conhecida mundialmente pela venda de jogos e outros softwares, está dando mais um passo na construção de sua plataforma Steam, em versão para os sistemas operacionais GNU/Linux.

Através de uma pesquisa, a empresa busca conhecer um pouco mais o público alvo em questão, fazendo perguntas com relação ao hardware utilizado, e qual a distribuição GNU/Linux presente nos dektops da comunidade interessada nos jogos por ela disponibilizados.

Algo em torno de mil participantes da pesquisa serão selecionados para testar a versão beta do Steam for Linux. Para respondê-la basta que tenha uma conta no Steam e clicar neste link. Tão logo faça o login a pesquisa, que não tem muitas perguntas a serem respondidas, lhe será apresentada. Na versão beta, que será disponibilizada aos beta testers selecionados, também virá um jogo ainda não divulgado, além de suporte para usuários(as) da distribuição Ubuntu Linux, versões 12.04 e acima.

Se você usa alguma distribuição GNU/Linux, e é fã de jogos, recomendo que contribua com a pesquisa, assim ajudará a construir um ambiente mais compatível com a realidade dos GNU gamers. 🙂