Pensamentos

13/05/2011

” A vida lhe coloca onde você escolheu estar…
Nasceste no lar que precisavas.
Vestiste o corpo físico que merecias.
Moras onde melhor Deus te proporcionou, de acordo com teu adiantamento.
Possuis os recursos financeiros coerentes com as tuas necessidades, nem mais, nem menos, mas o justo para as tuas lutas terrenas.
Teu ambiente de trabalho é o que elegeste espontaneamente para a tua realização.
Teus parentes e amigos são as almas que atraístes, com tua própria afinidade.
Portanto, teu destino está constantemente sobre teu controle.
Tu escolhes, recolhes, eleges, atrais, buscas, expulsas, modificas, tudo aquilo que te rodeia a existência.
Teus pensamentos e vontade são a chave de teus atos, atitudes são as fontes de atração e repulsão na tua jornada vivencial.
Não reclames, nem te faças de vítima.
Antes de tudo, analisa e observa.
A mudança está em tuas mãos.
Reprograme tua meta,
Busque o bem e viverás melhor.”

Francisco Cândido Xavier.

13/05/2011

” É preciso correr riscos, dizia ele. Só percebemos realmente o milagre da vida quando deixamos que o inesperado aconteça.

Deus dá-nos todos os dias- junto com o sol- um momento em que é possível mudar tudo o que nos deixa infelizes. Todos os dias procuramos fingir que não nos apercebemos desse momento, que ele não existe, que hoje é igual a ontem e será igual ao amanhã. Mas, quem presta atenção ao seu dia, descobre o instante mágico. Ele pode estar escondido na altura em que enfiamos a chave na porta, pela manhã, no instante de silêncio logo após o jantar, nas mil e uma coisas que nos parecem iguais. Mas esse momento existe- um momento onde toda a força das estrelas passa por nós, e que nos permite fazer milagres.

Às vezes a felicidade é uma bênção, mas geralmente é uma conquista. O instante mágico do dia ajuda-nos a mudar, faz-nos ir em busca dos nossos sonhos. Vamos sofrer, vamos ter momentos difíceis, vamos enfrentar muitas desilusões. Mas tudo isso é passageiro e não deixa marcas. E, no futuro, poderemos olhar para trás com orgulho e fé.

Mas pobre de quem teve medo de correr riscos. Porque esse talvez não se decepcione nunca, nem tenha desilusões, nem sofra como aqueles que têm um sonho a seguir. Mas quando olhar para trás- porque olhamos sempre para trás- vai ouvir o seu coração a dizer: “o que fizeste com os milagres que Deus semeou nos teus dias? O que fizeste com os talentos que o teu Mestre te confiou? Enterraste-os bem fundo numa cova, porque tinhas medo de perdê-los. Então, esta é a tua herança: a certeza de que desperdiçaste a tua vida.”

Pobre daquele que escuta estas palavras. Porque então acreditará em milagres, mas os instantes mágicos da vida já terão passado. ”

Paulo Coelho, parte do livro  “Na margem do Rio Piedra eu sentei e chorei”.

13/05/2011

“Deficiente” é aquele que não consegue modificar sua vida, aceitando as imposições de outras pessoas ou da sociedade em que vive, sem ter consciência de que é dono do seu destino.

“Louco” é quem não procura ser feliz com o que possui.

“Cego” é aquele que não vê seu próximo morrer de frio, de fome, de miséria, e só tem olhos para seus míseros problemas e pequenas dores.

“Surdo” é aquele que não tem tempo de ouvir um desabafo de um amigo, ou o apelo de um irmão. Pois está sempre apressado para o trabalho e quer garantir seus tostões no fim do mês.

“Mudo” é aquele que não consegue falar o que sente e se esconde por trás da máscara da hipocrisia.

“Paralítico” é quem não consegue andar na direção daqueles que precisam de sua ajuda.

“Diabético” é quem não consegue ser doce.

“Anão” é quem não sabe deixar o amor crescer. E, finalmente, a pior das deficiências é ser miserável, pois:

“Miseráveis” são todos que não conseguem falar com Deus.

“A amizade é um amor que nunca morre. ”

Mário Quintana, ” Deficiências “.

13/05/2011

Vida

É o amor existencial.

Razão
É o amor que pondera.

Estudo
É o amor que analisa.

Ciência
É o amor que investiga.

Filosofia
É o amor que pensa.

Religião
É o amor que busca a Deus.

Verdade
É o amor que eterniza.

Ideal
É o amor que se eleva.


É o amor que transcende.

Esperança
É o amor que sonha.

Caridade
É o amor que auxilia.

Fraternidade
É o amor que se expande.

Sacrifício
É o amor que se esforça.

Renúncia
É o amor que depura.

Simpatia
É o amor que sorri.

Trabalho
É o amor que constrói.

Indiferença
É o amor que se esconde.

Desespero
É o amor que se desgoverna.

Paixão
É o amor que se desequilibra.

Ciúme
É o amor que se desvaira.

Orgulho
É o amor que enlouquece.

Sensualismo
É o amor que se envenena.

Finalmente, o ódio, que julgas ser a antítese do amor, não é senão o próprio amor que adoeceu gravemente. “

Francisco Cândido Xavier.

23/06/2011

Renovação


Filho meu, se do erro te alevantas

Empolgado por nobres sentimentos,

E tomado por altos pensamentos

Reajustas antigas decisões,

Não te vexes de amargas conjeturas,

Qual se foras na liça abandonado,

Pois o bem reavido e renovado

É sementeira de reflorações.

A noite negra se dilui na aurora,

O orvalho amigo retempera a terra,

E o bem redime sempre a alma que erra,

Renovando-lhe as flamas do ideal.

Olvida, pois, as sombras já vencidas,

Na alvorada feliz de outras porfias.

Há sempre dias sucedendo os dias,

E bens que nascem quando cessa o mal.

Levanta o próprio coração e segue!

A vida é mesmo ingente aprendizado,

Onde o aluno, por vez desavisado,

Tem sempre ensanchas de recomeçar…

Não te abata, portanto, algum fracasso,

Colhido por vigílias descuidosas,

O espinho quase sempre indica rosas,

E o erro ajuda, às vezes, a acertar.

O preciso é seguir, de alma sincera,

No trabalho do bem que nos convoca.

A mentira campeia, o mal sufoca,

E é mister acender alguma luz.

Fracos ou fortes, tristes ou felizes,

De saúde precária ou bem dispostos,

Precisamos guardar os nossos postos,

Leais soldados do Senhor Jesus!

Hernani T. Sant’Anna

24/12/2011

Aprendendo a construir

um pouco de tudo

um pouco a cada dia

uma peça por vez

um passo por vez

nossas vidas mudam em apenas segundos

radicalmente

nada do que foi ontem é agora

e mesmo assim parece tão igual

reflexos

reflexos ao sol

espelhos naturais de memórias do que um dia foi

fachos de luz nos instantes do amanhã

caminhamos

caminhamos…

Inspiração escrita por Josan Neves, autor(a) ainda desconhecido(a).

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s