Dropline GNOME 3.20 RC1, lançado! Setembro, 2016.

dropline_logo

Boa tarde pessoal! Long time no see! Bem, ainda estou por aqui. Meio ocupado, é verdade, mas ainda por aqui. E ressurgindo comigo temos o primeiro release candidate para a versão 3.20 da Dropline GNOME, projeto que visa manter o ambiente gráfico GNOME na nossa amada Slackware Linux.

Após um longo processo de adaptação da estrutura das aplicações, além de alguns contratempos por conta da falta de mão de obra no projeto, esta versão vem trazer mais uma vez uma opção para aqueles que não querem usar os ambientes gráficos disponibilizados por padrão na distribuição Slackware.

Por enquanto ainda não foi disponibilizado o instalador tradicional, porém o ambiente já está propício a testes externos que visam a eliminação de possíveis problemas que venham a surgir durante a utilização em massa. Para testar, recomenda-se uma instalação “limpa” da Slackware Linux 14.2, e com “limpa” entenda sem pacotes que não sejam os distribuídos com a própria distro.

Devo ressaltar que essa versão ainda não é a final, portanto é recomendável seguir com os testes apenas se tiver certeza de que possíveis problemas encontrados não sejam uma dor de cabeça, e mesmo assim é recomendável o backup do sistema, já que a substituição de arquivos originais da distribuição podem tornar o sistema inoperante em caso de tentativa de reversão.

Se deseja continuar, basta baixar os pacotes relativos à sua versão, i686 ou x86_64, através desse endereço:

http://www.droplinegnome.org/files/3.20/

Acesse então o diretório que contém os arquivos baixados e, com permissão de superusuário, execute:

# upgradepkg --install-new *.txz

Edite o arquivo /etc/profile.d/lang.sh para que a língua seja compatível com o padrão UTF-8:

export LANG=pt_BR.UTF-8

Com isso você provavelmente já pode acessar o ambiente utilizando o comando startx.

Caso ocorra algum problema no carregamento do ambiente, fica a seu critério ajudar no desenvolvimento do mesmo reportando os erros com detalhes ao projeto, ou você pode escolher um outro ambiente gráfico instalado utilizando o xwmconfig, tentando carregá-lo.

Caso tudo mais venha a falhar, infelizmente o bom e velho restore from backup será necessário.

Anúncios

Slackware Linux Live Edition beta 2 lançada!

slackwarelive_syslinux

Tela inicial da Slackware Linux Live edition

Olá pessoal! Foi liberada mais uma versão beta da distribuição Slackware Linux Live Edition, e graças ao feedback dos usuários que testaram, além de alguns outros itens, já constantes na lista de coisas a fazer, alguns bugs nos scripts foram corrigidos, além de outras funcionalidades adicionadas e ajustes realizados nos pacotes que a compõem, permitindo inclusive a possibilidade da adição de mais uma imagem ISO, agora com a disponibilidade do Plasma 5 como mais um ambiente gráfico.

Essa nova ISO trás várias opções adicionais em aplicações, como o VLC, LibreOffice, Calibre, QBittorrent, ffmpeg, Chromium, OpenJDK, Veracrypt, entre outras.

Como dito anteriormente, essas imagens podem ser gravadas em pen drives, DVDs ou CDs, dependendo da versão escolhida, e assim como a Slackware Linux tradicional, a versão Live não irá logá-lo automaticamente, ficando a seu encargo escolher com qual usuário deseja fazer isso, utilizando root, com a senha também root, para um acesso como superusuário, ou o usuário live, com a senha também live, para o acesso como usuário comum. As senhas padrão, para os usuários citados, podem ser modificadas utilizando parâmetros de carregamento durante a inicialização.

Fiquem a vontade para testar mais esta versão e, por favor, reportem quaisquer outros bugs e melhorias que possam encontrar ou sugerir. Outras informações você pode obter diretamente no blog do Eric Hameleers, o Alien Pastures.

Slackware Linux – Notícias sobre o desenvolvimento. Novembro, 2015.

Slackware logo

Olá pessoal! Long time no see! É, estive um tempo longe das páginas do blog. Nem sei bem explicar o porquê, e portanto nem vou tentar. Então, vamos ao que interessa, pois tenho certeza que não acessou esse post para ler minhas explicações, mas sim as notícias sobre o estado atual de desenvolvimento da nossa amada Slackware Linux. 🙂

Depois de mais de dois anos em desenvolvimento, porém com atualizações regulares sendo disponibilizadas na árvore current, algumas delas com mais de duzentas linhas de descrição, finalmente chegamos ao estágio de “quase um beta”, de acordo com a descrição do próprio Pat.

Uma das grandes mudanças está relacionada à grande dúvida que nos perseguia, sobre como afinal a distribuição iria abordar o assunto systemd, e uma das atualizações mais recentes no changelog nos informa que a decisão foi mudar do udev para o eudev.

Em que isso implica afinal? Bem, o eudev é um fork do systemd-udev, iniciado pelo time do projeto Gentoo, e que tem como objetivo de fornecer maior isolamento ao sistema init, compatibilidade com kernels em versões não tão recentes, ou quaisquer outras coisas requeridas por usuários ou distribuições, e que envolvam o modo como a distribuição é inicializado. Com essa substituição, podemos assumir que uma mudança para o systemd foi adiada por tempo indeterminado. 🙂

Outras novidades até o momento incluem o XFCE em versão 4.12, Linux kernel 4.1.13, Calligra 2.9.9, KDE 4.14.3, entre outras mais.

Para maiores informações sobre as atualizações na Slackware Linux, não deixe de acessar o changelog da distribuição. Continuamos aguardando!