Slackware Linux 14.2 – Instalando a LibreOffice 6.1.3!

libreoffice

Como é sabido por aqueles que acompanham a jornada desta distribuição, a Slackware Linux conta com um time de desenvolvedores que, além de contribuírem para a manutenção dos pacotes oficiais da distro, em alguns casos também colaboram disponibilizando aplicações extras, alheias às distribuídas nos DVDs e CDs oficiais.

Entre esses desenvolvedores/colaboradores, um dos mais conhecidos por suas contribuições é o Eric Hameleers, vulgo AlienBob, que mantêm atualizados pacotes como os gerenciadores de janelas KDE e XFCE, pacote Multilib para a compatibilidade com aplicações 32 bits, além de ser o idealizador e mantenedor da Slackware Live Edition, versão live DVD da Slackware Linux, disponibilizada em imagens com diversos ambientes gráficos como MATE, XFCE ou KDE.

Através de seu blog, Alien Pastures, o Eric procura disponibilizar essas aplicações adicionais, bem como compartilhar notícias sobre a Slackware Linux, ou mesmo suas ideias e pensamentos sobre software livre ou assuntos em geral. Entre as aplicações disponibilizadas por ele, para a nossa amada distribuição, encontramos a suíte office LibreOffice.

Embora a Calligra Suite seja o conjunto de aplicativos para escritório distribuído oficialmente, junto à Slackware Linux, a popularidade da LibreOffice fez com que o Eric providenciasse a conversão dos pacotes oficiais para essa distribuição. Originalmente, os pacotes ofertados no site oficial da LibreOffice são apenas para distribuições Debian like, como a Ubuntu e suas variantes, ou Red Hat like, como a CentOS, além de instaladores para ambientes proprietários em Windows ou MacOS.

A aplicação já foi liberada em sua versão 6.1.4, porém o próprio site oficial da mesma não recomenda a sua utilização em ambientes de produção, por ser uma versão voltada para entusiastas de tecnologia, ou usuários avançados, que ajudam em seu desenvolvimento.

O Eric liberou recentemente os pacotes de instalação da versão 6.1.3, tecnicamente mais estáveis que a versão mais recente da aplicação. Para a mais recente versão estável da Slackware Linux (14.2), seguem os links para o download dos pacotes de instalação:

64 bits

LibreOffice 6.1.3 – Pacote principal

LibreOffice 6.1.3 – Pacote de tradução para o português brasileiro

LibreOffice 6.1.3 – Pacote de integração com o ambiente KDE

LibreOffice 6.1.3 – Dicionário português brasileiro

32 bits

LibreOffice 6.1.3 – Pacote principal

LibreOffice 6.1.3 – Pacote de tradução para o português brasileiro

LibreOffice 6.1.3 – Pacote de integração com o ambiente KDE

LibreOffice 6.1.3 – Dicionário português brasileiro

Também foram disponibilizados pacotes de instalação para as versões 14.1 e -current da Slackware Linux, porém, como acredito que a maioria das pessoas que usam a distribuição, optam por utilizar a mais recente versão estável, disponibilizei os links diretos apenas para a versão 14.2.

Caso utilizem uma das outras duas versões disponíveis, os pacotes para elas podem ser encontrados neste repositório, de onde inclusive foram retirados os links para as versões 14.2 de 32 bits ou 64 bits, postados neste artigo.

Depois de baixados, para realizar a instalação dos pacotes, utilizem uma sessão do terminal, com privilégios de administrador e, a partir do diretório onde estes se encontram, executem o comando “installpkg” seguido do nome do pacote ou, caso estes sejam os únicos pacotes com extensão .txz no local, podem instalar a todos com um único comando: “installpkg .txz“.

Caso já possuam uma versão anterior da LibreOffice em sua Slackware Linux, utilizem então o comando “upgradepkg” seguido do nome do pacote, isso fará com que o pacote instalado anteriormente seja atualizado, removendo em seguida a versão antiga deste.

Outra opção, para aqueles que já dispõem do plugin slackpg+ instalado, e com o repositório do Eric habilitado, é utilizar a ferramenta slackpg para instalar ou atualizar a LibreOffice.

Para tanto, também em um terminal e com privilégios administrativos, utilizem os comandos “slackpkg update“, para atualizar a lista de pacotes junto aos repositórios, “slackpkg install libreoffice“, caso optem por instalar a LibreOffice, sendo necessária a seleção do que não desejam que seja instalado, desmarcando pacotes quando da visualização da lista dos disponíveis, evitando assim a instalação de dicionários e linguagens que não sejam referentes ao português brasileiro, ou ainda “slackpkg update libreoffice“, se desejarem atualizar os pacotes de uma versão previamente instalada.

Neste último caso, como os pacotes a serem instalados já foram selecionados durante a instalação anterior, durante esta atualização o slackpkg não mais mostrará a lista completa de pacotes vinculados à aplicação, atualizando apenas os que já estão instalados no sistema.

Por enquanto é só pessoal. Até a próxima!

 

Anúncios

Slackware Linux – Notícias sobre o desenvolvimento. Dezembro, 2018.

Slackware logo

Seguindo com o desenvolvimento da distribuição, a equipe por trás da Slackware Linux continua realizando modificações na árvore -current, trazendo atualizações que visam deixá-la o mais atualizada possível e, pelo menos em teoria, menos vulnerável a falhas de segurança, além de nos prover com os pacotes mais recentes das aplicações que a compõem.

Somente este mês, e até o momento, foram realizadas atualizações no kernel Linux que a trouxe da utilização da versão 4.19.6 para a 4.19.12, sendo esta a mais recente versão estável disponibilizada junto ao site The Linux Kernel Archives.

Como é sabido por aqueles que acompanham o seu desenvolvimento, a versão do kernel que foi disponibilizada quando do lançamento da versão 14.2 da distribuição foi a 4.4.14, ainda em 2016, o que representa um salto e tanto no número de versões que foram sendo incorporadas à Slackware Linux, ao longo deste intervalo.

Diversos outros pacotes foram também atualizados durante o período, passando por aplicações de uso comum, como o navegador Firefox 60.4.0, o cliente de emails Thunderbird também na versão 60.4.0, a suíte office Calligra 2.9.11, entre outras.

Como citado anteriormente, aqui mesmo neste blog, atualizações de segurança também foram focadas, provocando modificações em aplicações como netatalk 3.1.12, disponibilizado recentemente, além de outras como php 7.2.13, samba 4.9.3, e assim por diante.

Além destas, podemos encontrar as contribuições individuais de desenvolvedores oficiais do projeto, sendo um deles o Eric Hameleers, que tem sido o mantenedor para os pacotes referentes ao gerenciador de janelas KDE, atualmente disponibilizado na versão 5_18.12, além de aplicações de uso geral como o LibreOffice, player de multimídia VLC, navegador web Chromium, entre outras, portando-as para a Slackware Linux.

O Eric também é o responsável pelo lançamento e manutenção da Slackware Live Edition, uma versão em live CD da distribuição, que visa facilitar o primeiro contato de usuários de outras distribuições e sistemas operacionais com a nossa amada Slackware Linux.

A versão live CD é disponibilizada com gerenciadores de janelas personalizados em cada ISO, sendo possível encontrar, atualmente, versões com KDE, Mate e XFCE, sendo possível baixar estas imagens a partir deste link. Para acompanhar as mais recentes atualizações liberadas pelo Eric, acessem o seu blog através deste outro link.

Para acompanhar as mais recentes atualizações oficiais para a Slackware Linux, acessem a página de changelog da distribuição através do seguinte link. Caso possa contribuir financeiramente para a manutenção da mesma, pode utilizar o link para a conta do Patrick junto ao PayPal.

Slackware Linux Live Edition beta 2 lançada!

slackwarelive_syslinux

Tela inicial da Slackware Linux Live edition

Olá pessoal! Foi liberada mais uma versão beta da distribuição Slackware Linux Live Edition, e graças ao feedback dos usuários que testaram, além de alguns outros itens, já constantes na lista de coisas a fazer, alguns bugs nos scripts foram corrigidos, além de outras funcionalidades adicionadas e ajustes realizados nos pacotes que a compõem, permitindo inclusive a possibilidade da adição de mais uma imagem ISO, agora com a disponibilidade do Plasma 5 como mais um ambiente gráfico.

Essa nova ISO trás várias opções adicionais em aplicações, como o VLC, LibreOffice, Calibre, QBittorrent, ffmpeg, Chromium, OpenJDK, Veracrypt, entre outras.

Como dito anteriormente, essas imagens podem ser gravadas em pen drives, DVDs ou CDs, dependendo da versão escolhida, e assim como a Slackware Linux tradicional, a versão Live não irá logá-lo automaticamente, ficando a seu encargo escolher com qual usuário deseja fazer isso, utilizando root, com a senha também root, para um acesso como superusuário, ou o usuário live, com a senha também live, para o acesso como usuário comum. As senhas padrão, para os usuários citados, podem ser modificadas utilizando parâmetros de carregamento durante a inicialização.

Fiquem a vontade para testar mais esta versão e, por favor, reportem quaisquer outros bugs e melhorias que possam encontrar ou sugerir. Outras informações você pode obter diretamente no blog do Eric Hameleers, o Alien Pastures.